Início » Perrengues de viagem » Perrengues de Viagem: o dia em que perdi um voo de Floripa para BH

Perrengues de Viagem: o dia em que perdi um voo de Floripa para BH

Share on facebook
Compartilhar
Share on twitter
Tweetar
Share on pinterest
Salvar
Share on whatsapp
Enviar

Perder um voo é algo muito comum, pode acontecer com qualquer viajante, mas é muito importante saber o que fazer nesta hora. Aqui no blog há uma sessão chamada “Perrengues de Viagem”, onde conto algumas coisas que já aconteceram comigo durante alguma viagem, alguma situação desagradável ou até catastrófica. Hoje vou falar sobre o dia em que perdi um voo, uma situação nada agradável.

Pra quem não está familiarizado com esta palavra, “perrengue” no nosso dicionário informal significa uma situação de dificuldade, aperto, sufoco, coisas que não desejo para ninguém. Até então, esta foi a única vez em que perdi um voo na minha vida, olha que já voei bastante mas sou muito precavido, principalmente depois de perder um voo.

Perrengue: O dia em que perdi um voo

No ano de 2011 passei alguns dias no estado de Santa Catarina, fiz um tour pelas principais cidades e ainda participei de uma das maiores festas do Brasil. Parti com mais dois amigos em uma viagem de oito dias, pegamos um voo em BH com a extinta Webjet (que foi comprada pela Gol) com destino a Florianópolis e deu tudo certo na ida.

Já desembarcamos em Floripa em um carro, alugado com uma locadora local. Optamos por alugar para poder conhecer, além de Florianópolis, a linda Balneário Camboriú, o Beto Carrero World e ainda participar da Oktoberfest de Blumenau, além de uma rápida passagem pela Fenarreco, em Brusque.

André Morato
Praia da Joaquina em Florianópolis
Perrengues de Viagem - Beto Carrero World
Beto Carrero World

Foi uma viagem praticamente perfeita, conhecemos algumas praias de Florianópolis, depois passamos por Bombinhas e seguimos para Balneário Camboriú, onde visitamos o Parque Unipraias, a Praia de Laranjeiras, o Cristo Luz etc, também utilizamos a cidade para seguir para as vizinhas Penha, onde está o Beto Carrero, e Blumenau, onde participamos da Oktoberfest. Acontece que na última noite de viagem, fomos à Oktoberfest e deixamos o carro no estacionamento oficial da festa.

Curtimos a festa durante a noite e fomos embora, tudo dentro do esperado. No outro dia seguimos de Balneário para Florianópolis, onde pegaríamos o voo e devolveríamos o carro alugado. Nosso voo era 12h10 porém deveríamos fazer o check-in até 11h30, e o cabeça dura aqui pensou que o check-in é que deveria ser feito até as 12h10, fiz confusão.

Pois bem, quando estávamos fazendo a vistoria para devolução do carro, foi detectada uma batida no pára-choque, o que nos custou mais alguns minutos de atraso. Chegamos ao balcão de check-in 11h40 e este já estava fechado, sem ninguém por lá. Daí bateu o desespero e foi procurar alguma funcionária da companhia, para que pudesse me ajudar. Consegui encontrar uma, que me informou que o check-in era até 11h30, ela simplesmente disse que neste voo nós não embarcaríamos mais.

Perrengues de Viagem - O dia em que perdi um voo
Perrengues de Viagem - O dia em que perdi um voo
Olha o conforto…. #sqn

Bateu aquele desespero, aquela pergunta que ninguém gostaria de se fazer “e agora, o que eu faço?” Fui ao balcão de todas as companhias aéreas disponíves para consultar valores para compra de passagem, porém a mais em conta custava R$1500 por pessoa e para o dia seguinte, um valor totalmente inviável, não dava pra pagar.

Eis que a luz da esperança se acendeu, um amigo que é agente de viagem estava com um grupo partindo de Florianópolis para a minha cidade, liguei para ele e o ônibus partiria às 14h de Balneário Camboriú. Peguei o primeiro táxi que vi na frente e segui novamente para Balneário Camboriú, chegando praticamente em cima da hora, mas consegui embarcar no ônibus.

A viagem que duraria 50 minutos até BH, durou intermináveis 16 horas de ônibus, mas pagamos R$150 em cada passagem, 10% do valor que pagaríamos para comprar outra passagem aérea. Hoje eu me lembro desta história e dou risadas, é uma experiência negativa que vou levar pra sempre, serviu de aprendizado.

Perrengues de Viagem - O dia em que perdi um voo

Hoje quando vou voar novamente, sempre chego com antecedência ao aeroporto, moro a 140 quilômetros do Aeroporto de Confins e estou sujeito a diversas situações na estrada, então melhor prevenir. Nesta situação eu ainda tive uma salvação, esta viagem de ônibus, mas e se fosse você e se estivesse em um lugar muito mais longe, o que deveria fazer?

O que fazer se perder um voo?

Quando você sente que vai se atrasar e vai chegar em cima da hora ou atrasado ao aeroporto, é importante já realizar o check-in pela internet. Se não tiver bagagem a despachar, basta seguir para a sala de embarque, caso contrário, vá direto à algum funcionário da companhia para que possa passar na frente.

Mas se você perder o voo, uma das possibilidades é negociar uma nova data de embarque, a parte ruim é que você pagará multa (no-show). Para isso, entre em contato diretamente com sua companhia aérea o mais breve possível. Para evitar atrasos, o recomendado é chegar ao aeroporto duas horas antes do embarque para voos nacionais e três horas para voos internacionais.

Perrengues de Viagem - O dia em que perdi um voo

Para você também não ter “o dia em que perdi meu voo” como eu, sempre se programe para chegar com antecedência ao aeroporto, agilize o seu embarque realizando o check-in online e fique atento aos documentos necessários para embarque. Não queira passar por esta situação, é melhor prevenir!

AQUI COMEÇA A SUA VIAGEM:

🏨 Reserve HOTÉIS com o BOOKING

🚙 Alugue VEÍCULOS com a RENTCARS.

👨‍⚕️ Faça um SEGURO com a REAL SEGURO VIAGEM.

✈️ Compre PASSAGENS AÉREAS com a PASSAGENS PROMO.

🎫Compre INGRESSOS com a GET YOUR GUIDE

🛬 Solicite INDENIZAÇÕES com a RESOLVVI.

André Morato
André Morato
Nasci em Divinópolis, interior de Minas Gerais, onde moro atualmente. Sou solteiro, colunista, blogueiro, viajante, designer gráfico, agente de turismo... (Oferecimento: Bombril. 1001 utilidades!). Apaixonado por viagens e por fotografia. Viajei para vários lugares no Brasil e no mundo mas confesso, tem muita coisa que ainda quero conhecer. Criador e editor deste blog. Saiba mais...

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Busca no Blog

Sobre o autor

André Morato

André Morato

Sou digital influencer, designer gráfico, blogueiro, viajante e criador e editor deste blog, além de fotógrafo nas horas vagas.  Apaixonado por viagens, fotografia e gastronomia, mantenho, além deste blog, um perfil de gastronomia na minha região (O Casal de Divi) junto com minha namorada.

POSTS EM DESTAQUE

Assine nossa newsletter

Cadastre-se em nossa Newsletter para receber novidades do blog e dicas para as suas próximas viagens!

últimas postagens

fazemos parte

Busca no Blog

Sobre o autor

André Morato

André Morato

Sou digital influencer, designer gráfico, blogueiro, viajante e criador e editor deste blog, além de fotógrafo nas horas vagas.  Apaixonado por viagens, fotografia e gastronomia, mantenho, além deste blog, um perfil de gastronomia na minha região (O Casal de Divi) junto com minha namorada.

POSTS EM DESTAQUE

Assine nossa newsletter

Cadastre-se em nossa Newsletter para receber novidades do blog e dicas para as suas próximas viagens!

últimas postagens

fazemos parte