12 coisas que aprendi viajando pelo mundo

12 coisas que aprendi viajando

Uma das frases que sempre levo comigo é “Viagem não é gasto, é investimento!”. Viajar é a melhor coisa que existe na vida, viajando você fica mais rico (culturalmente), você descansa a sua mente, você conhece costumes diferentes do seu, prova coisas que jamais imaginou provar e faz coisas que você levará pro resto de sua vida. Quem viaja muito está sempre fazendo novas amizades e aprendendo coisas novas a todo momento. Eu sou um exemplo vivo de tudo que disse acima, por isso quero compartilhar com vocês 12 coisas que aprendi viajando.

Minha paixão por viagens surgiu em 2007 e de lá pra cá não parei mais de viajar, sempre com o propósito de conhecer lugares novos, fazer novas amizades e provar pratos típicos de outras regiões. A partir de 2011, meu estilo de viagem mudou um pouco, com a criação deste blog. Por muitas vezes, o tempo que eu poderia estar descansando ou relaxando em um praia, eu estou em busca de conteúdo para o blog, sempre buscando dicas para você leitor.

E você acha que eu reclamo disso, jamais, é o que eu amo fazer, faço com gosto, com carinho e procuro sempre fazer bem feito. Fazer o que a gente gosta não tem preço, é gratificante e prazeroso. A ideia de criar este post é para dividir com você, leitor, 12 coisas que eu aprendi viajando, quem sabe isso ajudará você a viajar mais, torço para isso!

12 coisas que aprendi viajando

1 – Não faça pré-julgamento de lugares sem antes conhecê-los

Muitas pessoas deixam de viajar para alguns lugares simplesmente porque ouviram dizer que o destino não é bom. Quer um exemplo? Com certeza você já ouviu falar que os franceses são mal educados, ou que os americanos só comem fast food, mas isso não é de todo verdade. Não leve isso em conta antes de viajar, curta o destino e tire as suas próprias conclusões, você vai se surpreender.

12 coisas que aprendi viajando

2 – Viajar é a única coisa que você compra e fica mais rico

É claro que o “rico” acima não tem a ver com dinheiro, quem viaja fica mais rico em cultura e conhecimento, coisas que jamais serão tiradas de você. É por isso que eu digo que viagem não é gasto, é um investimento. E quer investimento mais prazeroso que esse?

12 coisas que aprendi viajando

3 – Aprender o básico do idioma local pode ajudar bastante

Se você vai viajar para algum país e não sabe o idioma local, pelo menos o básico você precisa aprender. Palavras como “bom dia”, “boa noite, “obrigado” e “por favor” encabeçam esta lista, mas é importante conhecer algumas outras, para ser mais agradável e conseguir se virar em alguns casos.

12 coisas que aprendi viajando

4 – Não deixe aquela oportunidade passar por medo, enfrente!

“Saltar de para quedas? Jamais. Mergulhar, tenho medo.” E porque não realizar estas experiências? Por medo? Enfrente seus medos e não perca as oportunidades que, talvez, você não mais terá. Eu já mergulhei com cilindro, já saltei de parapente, já desci em toboágua de 41 metros de altura, já me aventurei por trilhas de alta dificuldade, e você, quantas coisas diferentes e que tinha medo já enfrentou? As oportunidade são únicas, não deixe passar!

12 coisas que aprendi viajando

5 – Experimentar também faz parte da viagem

Nada que os outros dizem me convence até eu mesmo provar e tirar as minhas próprias conclusões. Quantas vezes você já deixou de provar algo durante uma viagem por preconceito? Se você tem a oportunidade, prove, se você não gostar tudo bem, nunca mais irá comer aquilo e poderá falar com propriedade os seus motivos, mas se você gostar, poderá ser algo muito especial durante as próximas viagens aquele destino. Eu por exemplo já disse que jamais comeria caranguejo, mas hoje eu gosto muito (desde que seja bem preparado). Em contrapartida, a casquinha de caranguejo eu já não gostei.

12 coisas que aprendi viajando
Casquinha de Caranguejo

6 – Conhecer lugares diferentes é muito interessante

Paris é muito legal, Roma, Amsterdam, Cancún ou até o Rio de Janeiro, são cidades fantásticas. Mas que tal ir conhecer alguns lindos vilarejos da França, ou as cidades medievais da Bélgica? Nem sempre as cidades mais famosas são as melhores, as vezes é bom sair do óbvio e curtir algo diferente, de preferência incluindo experiências com pessoas locais, você vai ver, é enriquecedor!

12 coisas que aprendi viajando

7 – Sonhar é o primeiro passo para uma viagem inesquecível

O teu sonho é conhecer a Europa, mas você não acredita que isso será possível um dia? Acredite, você pode realizar o seu sonho. Não sabe onde conseguirá o dinheiro para pagar uma viagem dessa? Seja menos consumista e compre somente aquilo que realmente precise, você verá o quanto você gasta com coisas desnecessárias. O que levaremos desta vida são as boas lembranças e tudo o que vivemos, não aquilo que temos no guarda roupa.

12 coisas que aprendi viajando

8 – Aquele amigo não quer te acompanhar? Viaje sozinho!

Antes de conhecer a Kaká, eu viajei sozinho por muitas vezes, posso dizer que foram experiências de muito aprendizado. Quem viaja sozinho está mais aberto a novas amizades e experiências, pode fazer tudo no seu tempo e vai aprender muito com isso. Tem pessoas que gostam tanto da experiência que só viajam sozinhas.

12 coisas que aprendi viajando

9 – Momentos ruins durante uma viagem se tornarão boas lembranças!

Sabe aquela situação complicada durante uma viagem, um verdadeiro perrengue que você não tem ideia de como solucionar? Estes momentos tensos se tornarão boas lembranças no futuro. Eu por exemplo subi a Serra de Petrópolis pela Estrada Velha da Estrela durante a noite, claro que enganadamente, morri de medo. Eu contei aqui esta história e hoje é uma boa lembrança, mas no dia eu pensei que o pior fosse acontecer.

12 coisas que aprendi viajando

10 – Preste atenção nos detalhes

Eu sou do tipo que observa tudo, a natureza do local, o estilo das casas, os moradores locais, as roupas, o sotaque, os alimentos, etc. Quem observa estes detalhes aprende muito mais sobre o lugar e descobre coisas interessantes, que podem passar despercebido.

12 coisas que aprendi viajando

11 – Prevenir é o melhor remédio

A prevenção é importante em todos os momentos da vida, então já sabe que durante uma viagem ela é essencial. Quando viajo de carro, sempre estudo o caminho, quais saídas devo entrar e todos os acessos, pois, apesar de ter em mãos uma ferramenta fantástica que é o Waze / Google Maps, o smartphone pode ficar sem internet e eu ficar na mão.

Se vou viajar pra um destino de inverno eu levo sunga, vai que o hotel tem uma piscina aquecida. Se vou pra um destino quente, eu levo um agasalho, vai que a noite o destino é frio. Fazer um seguro viagem também é outra forma de prevenir que um pequeno problema vire um grande problema.

12 coisas que aprendi viajando

12 – O melhor lugar do mundo é a minha casa

Eu posso até estar hospedado em um hotel “mil estrelas em Dubai”, mas a minha casa é o melhor lugar do mundo. Não importa o conforto do local onde estou, o conforto da minha casa não tem igual. Voltar pra casa e dormir na minha cama, estar junto às pessoas que eu amo, não tem nada preço.

12 coisas que aprendi viajando

+ Leia Também

Dicas infalíveis pra quem viaja com regularidade
Vai viajar de avião pela 1ª vez? Confira nossas dicas
Vacinas: tudo o que você precisa saber antes de embarcar

André Morato
Nasci em Divinópolis, interior de Minas Gerais, onde moro atualmente. Sou solteiro, colunista, blogueiro, viajante, designer gráfico, agente de turismo... (Oferecimento: Bombril. 1001 utilidades!). Apaixonado por viagens e por fotografia. Viajei para vários lugares no Brasil e no mundo mas confesso, tem muita coisa que ainda quero conhecer. Criador e editor deste blog. Saiba mais...

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.