Como é a visita ao moderno Museu de Congonhas-MG

O museu possui exposições e obras interativas que contam a história do Santuário do Bom Jesus de Martosinhos

Museu de Congonhas-MG

Houve um tempo em que o turismo em Congonhas se resumia à visitar o Santuário do Bom Jesus de Matosinhos e seus 12 profetas, além de visitar as Capelas dos Passos da Paixão de Cristo. Sim, eu sei que esta é uma visita obrigatória na cidade, é o principal atrativo, e o Museu de Congonhas surgiu para reforçar ainda mais a importância desta obra, considerada a obra prima de Aleijadinho.

Este moderno museu surgiu com o propósito de preservar a memória do Santuário e as obras quem envolvem o local, declarado Patrimônio Cultural da Humanidade pela UNESCO. O museu é novo e desponta como um dos melhores do estado, onde é possível conhecer mais sobre a história da construção do Santuário e o significado de cada obra.

A visita ao Museu de Congonhas é hoje uma atração que não pode ficar de fora do seu roteiro pela cidade, além de ficar pertinho do santuário é uma oportunidade de conhecer a rica história desta obra, além de ver de perto mais obras de Aleijadinho, vídeos e outras obras interativas.

Museu de Congonhas

O primeiro ponto a se destacar é a ótima localização do Museu de Congonhas, ao lado do Jardim dos Passos, na Alameda das Palmeiras. A construção é moderna mas harmoniza perfeitamente à paisagem e ao ambiente, que possui diversas construções do século XVIII. E quando eu digo moderna eu não me refiro somente ao exterior, mas também ao interior do museu.

As obras são interativas e de fácil entendimento, tão fácil que até as crianças se interessam pelas obras e interagem com elas. O museu não deixa nenhum detalhe da história passar despercebido, fala definitivamente sobre tudo, desde os profetas de Aleijadinho às pinturas de Mestre Ataíde.

Museu de Congonhas-MG Museu de Congonhas-MG Museu de Congonhas-MG Museu de Congonhas-MG

O museu conta com ricos acervos, com destaque para a coleção Márcia de Moura Castro, que conta com 342 peças que pertenceram à colecionadora e foram adquiridas pelo Iphan. Outra obra em destaque é a Coleção Fábio França, uma biblioteca de referência no Brasil sobre o barroco, a arte e a fé, que possui livros raros e diversas publicações de interesse geral.

No geral, as exposições mostram expressões de fé no passado e no presente, o sentido da exteriorização da devoção como as peregrinações e os ex-votos (oferecidos em agradecimento à graças alcançadas), o Santuário como obra de arte, além de manifestações artísticas e ofícios do barroco mineiro.

Museu de Congonhas-MG Museu de Congonhas-MG Museu de Congonhas-MG

Voltado para aqueles que buscam o turismo cultural e o turismo religioso, uma das missões do museu é monitorar e avaliar o estado de conservação do sítio deste patrimônio, articulando redes e projetos de estudo sobre o barroco e a pedra-sabão. E cá pra nós, uma obra tão importante como essa merece esse cuidado.

O Museu de Congonhas produziu novos conhecimentos para a conservação de monumentos em pedra, além da atualização das técnicas de produção da cópia física. Essa técnica é uma importante medida de segurança caso as peças originais sofram danos irreversíveis.

Museu de Congonhas-MG Museu de Congonhas-MG Museu de Congonhas-MG Museu de Congonhas-MG

Esta é uma discussão antiga em Congonhas, a substituição das peças originais dos 12 profetas por réplicas, sendo que duas (réplicas) já estão disponíveis na Galeria das Réplicas, no subsolo do museu. Como esta discussão parece estar longe de um consenso, os profetas originais seguem expostos em frente ao Santuário do Bom Jesus de Matosinhos, então aproveite enquanto elas ainda estão por lá para ir conhecer.

A estrutura do Museu de Congonhas conta com 3 andares, sendo que além das diversas obras, o espaço conta com anfiteatro a céu aberto, espaço educativo, biblioteca e auditório. Para quem deseja tomar um café antes ou depois da visita, o museu conta com o Santíssimo Bistrô.

Museu de Congonhas-MG

Museu de Congonhas-MG
Santíssimo Bistrô

Se você pretende realizar a visita ao Santuário do Bom Jesus de Matosinhos com a presença de um guia (recomendo) você pode começar a visita pelo Santuário e depois passar pelo museu. Se não pretende contratar um guia, poderá começar primeiro pelo museu e depois o Santuário, assim entenderá o significado das obras.

A entrada no Museu de Congonhas custa R$10 por pessoa e o local funciona de terça à domingo, das 9h às 17h, exceto às quartas feira, quando o museu funciona das 13h às 21h e a visita é gratuita. As fotos são permitidas dentro do museu desde que não use flash. Gastei cerca de uma hora para fazer a visita ao museu, reserve esse tempo para a sua visita.

Santuário do Bom Jesus de Matosinhos - Congonhas-MG Santuário do Bom Jesus de Matosinhos - Congonhas-MG

Museu de Congonhas
Alameda Cidade de Matosinhos de Portugal
Congonhas-MG
(31) 3731-3979
www.museudecongonhas.org.br

Viagem realizada em junho de 2018

+ Congonhas no Blog Meu Destino

O que fazer em Congonhas
- Santuário do Bom Jesus de Matosinhos
- Museu de Congonhas

André Morato
Nasci em Divinópolis, interior de Minas Gerais, onde moro atualmente. Sou solteiro, colunista, blogueiro, viajante, designer gráfico, agente de turismo... (Oferecimento: Bombril. 1001 utilidades!). Apaixonado por viagens e por fotografia. Viajei para vários lugares no Brasil e no mundo mas confesso, tem muita coisa que ainda quero conhecer. Criador e editor deste blog. Saiba mais...

Comente!

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.