Delícias da culinária mineira no Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica-MG

O festival está na sua 11ª edição e possui diversas barracas vendendo os pratos típicos do estado de Minas Gerais

Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica

A culinária mineira é uma das mais gostosas e mais diversificadas do Brasil, em cada região do estado há um prato típico, sempre com ingredientes simples e da área rural. Uma boa oportunidade para provar vários pratos típicos da culinária mineira é participar do Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica, realizado na pequena cidade do centro oeste do estado. O evento reúne algumas especialidades mineiras, resgatando a cultura das comidas feitas no fogão a lenha, uma tradição do estado.

O festival já está em sua 11ª edição e a cada ano o número de turistas aumenta, recebendo pessoas de diversas regiões do estado, inclusive da capital Belo Horizonte. O evento ainda oferece shows e apresentações culturais, além da grande variedade de pratos típicos.

Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica

O Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica é um dos maiores eventos de gastronomia da região, onde o final de semana é dedicado a culinária mineira. Várias barracas são montadas ao redor da principal praça da cidade, vendendo os pratos típicos que agradam os visitantes de várias partes do estado. O festival é aberto ao público e todos os dias há shows regionais na Praça do Coreto.

Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica

Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica

Neste ano de 2017, o festival aconteceu de 16 a 18 de junho e contou com shows sertanejos, apresentações culinárias e celebrações da Folia de Reis. Além de comer bastante no festival, você ainda tem a oportunidade de aprender a preparar os pratos, através das oficinas que acontecem durante o evento.

Folia de Reis - Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica
Folia de Reis

Os principais pratos da culinária mineira estão presentes no Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica: pão de queijo, pastel de angu, mexidão mineiro, tutú de feijão, galinhada, feijão tropeiro, etc. Haviam ainda as praças de alimentação com doces, pimentas e quitandas, recheadas de delícias, dá vontade de comer um pouco de cada coisa.

Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica

Todas as barracas possuem uma identificação do prato que estão vendendo, assim fica mais fácil encontrar o prato que está procurando e ainda evita a aglomeração de curiosos em frente às barracas.

Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica

Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica

Itapecerica – MG

Para um evento que resgata a cultura mineira e sua gastronomia rural, nada como uma cidadezinha típica do interior de Minas Gerais, com pouco mais de 20 mil habitantes. Segundo historiadores, a cidade de Itapecerica foi descoberta em 1739 pelo sertanista Feliciano Camargos, que a chamou de Tamanduá. Somente em 1882, a cidade passou a ser chamada de Itapecerica.

A cidade é rica em história e eu já estou doido pra voltar lá, fora de festivais, para fotografar os belos casarões, as charmosas praças e as igrejas que a cidade possui.

Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica

O que eu provei no festival?

Pude provar vários pratos do festival mas, claro, contei com a ajuda de amigos, eu não comi tudo sozinho.  😕

Pastel de Angu (R$10,00) A porção vem com 5 unidades (apenas) com opções de sabores: carne seca com queijo minas, carne moída com quiabo, frango com catupiry, queijo minas com orégano e romeu e julieta. Os amigos pediram frango com catupiry, veio sequinho por fora mas recheio estava gelado. Depois eu pedi de carne seca e estava encharcado de gordura, não curti!

Pastel de Angu - Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica
Pastel de Angu

Tutu mole, farofinha, linguicinha fina e torresmo (R$10,00) – porção caprichada com bastante tutu de feijao, farofa bem temperada, linguicinha e torresmo por cima. Estava bem temperada e quentinha, essa eu curti.

Tutu mole, farofinha, linguicinha fina e torresmo - Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica
Tutu mole, farofinha, linguicinha fina e torresmo

Pernil atropelado (R$12,00) – O nome sugestivo é de um pernil com molho barbecue e queijo que pode ser servido no pão de sal, ou em um pratinho com farofa. Faltou um pouquinho a mais de tempero no pernil, mas eu curti mesmo assim.

Pernil atropelado - Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica
Pernil Atropelado

Bola de carne ao molho de tomate com pão de queijo (R$10,00) – Foi a que mais gostei. O pão de queijo quentinho, assado na hora, com bastante queijo estava delicioso, e a bola de carne estava bem temperada, com o molho de tomate dando um toque final. Fiz até bagunça para comer mas estava delicioso. Mineiros x pão de queijo, uma relação de amor e amor.

Bola de carne ao molho de tomate com pão de queijo - Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica
Bola de carne ao molho de tomate com pão de queijo

Carne na lata com farofinha (R$10,00) – A minha porção veio com carne muito gorda e a farofa não estava muito gostosa, talvez porque foi a última porção que comi, já no início da noite.

Carne na Lata com Farofinha - Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica
Carne na lata com farofinha

Doce de ambrosia (R$3,00) – Doce de origem portuguesa, muito popular em Minas Gerais. Provei um copinho, estava uma delícia.

Doce de Ambrosia - Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica
Doce de Ambrosia

Topei com alguns amigos e pedi sugestões de porções, falaram muito bem da piabinha frita do rio, angu mole com couve e molho de carne desfiada e moranga recheada com carne da roça.

A novidade do Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica deste ano ficou por conta das praças de alimentações e barracas nas ruas paralelas à Praça do Coreto, com artesanatos, quitandas assadas no forno à lenha, doces, cervejas artesanais, espaço da agricultura, cachaçarias e armazéns.

Festival de Gastronomia Rural de Itapecerica

O festival vem crescendo a cada ano e já é tradicional no estado. Geralmente acontece em meados de junho, então programe-se para curtir o evento e provar as delícias da culinária mineira em 2018.

Viagem realizada em junho de 2017

André Morato
Nasci em Divinópolis, interior de Minas Gerais, onde moro atualmente. Sou solteiro, colunista, blogueiro, viajante, designer gráfico, agente de turismo... (Oferecimento: Bombril. 1001 utilidades!). Apaixonado por viagens e por fotografia. Viajei para vários lugares no Brasil e no mundo mas confesso, tem muita coisa que ainda quero conhecer. Criador e editor deste blog. Saiba mais...

Comente!