Mercados Municipais, Aracaju-SE, Antônio Franco, Thales Ferraz e Albano Franco

Um passeio rico em cultura em um lugar muito tradicional de Aracaju. E ainda dá pra fazer umas comprinhas e provar algumas especialidades da terra!

Os mercados municipais são uma grande tradição em boa parte das cidades brasileiras, seja ela uma capital ou uma cidade do interior do estado. Em Belo Horizonte há o famoso Mercado Central, onde se encontra de tudo. Fortaleza também possui um Mercado Central muito tradicional. Aracaju não se contentou em ter apenas um, a capital sergipana possui três mercados municipais, o Antônio Franco, o Thales Ferraz e o Albano Franco.

Passear pelos mercados municipais é um ótimo programa, mesmo que você não tenha intenção de fazer compras!

Mercado Antônio Franco, um dos mercados municipais da chamada "Praça dos Mercados"
Mercado Antônio Franco, um dos mercados municipais da chamada “Praça dos Mercados”

Como chegar aos Mercados Municipais

Os três mercados ficam lado a lado em um local conhecido como Praça dos Mercados. A partir da Orla de Atalaia, siga a Avenida Beira Mar por toda vida no sentido centro da cidade. Os mercados estarão à esquerda da via, cerca de 6 quadras após a Ponte do Imperador.

No sentido Atalaia/Centro, o primeiro é o Antônio Franco, depois vem o Thales Ferraz e por último a Albano Franco.

Um pouco da história

Os mercados municipais Antônio Franco e Thales Ferraz são parte do patrimônio da cidade de Aracaju, foram previstos no planejamento inicial de 1855. O centro da cidade foi planejado no formato de um tabuleiro de xadrez e os mercados estão em harmonia com este estilo arquitetônico.

O Mercado Antônio Franco (1926) foi construído para abastecer a população com alimentos, já que antes de sua construção apenas feiras móveis eram encontradas por lá. Com o crescimento da demanda, foi necessária a construção de um mercado “auxiliar”, o Thales Ferraz (1949).

Relógio do Mercado Antonio Franco, que também foi revitalizado
Relógio do Mercado Antonio Franco, que também foi revitalizado

Eles foram revitalizados e recuperados (2000), preservando a arquitetura original e hoje abrigam lojas de artesanato, restaurantes e bares, unindo a rica história do local com o cotidiano atual. Junto com essa revitalização, nasceu o Mercado Albano Franco com uma arquitetura diferente dos outros dois.

O local é muito frequentado, não só por turistas mas também pelos próprios aracajuanos, que costumam fazer compras por lá.

Mercado Antônio Franco

O Mercado Antônio Franco é voltado para a venda de artesanato popular como rendas, bordados e objetos de palha. Mas também é possível encontrar barbearias e salões de beleza por lá. A diversidade de produtos encontrada por lá merece destaque, da literatura de cordel às comidas típicas do estado, a cultura sergipana está presente em todos os cantos do mercado.

Artesanato vendido no Mercado Antônio Franco
Artesanato vendido no Mercado Antônio Franco
Artesanato vendido no Mercado Antônio Franco
Artesanato vendido no Mercado Antônio Franco
Artesanato vendido no Mercado Antônio Franco
Artesanato vendido no Mercado Antônio Franco
Artesanato vendido no Mercado Antônio Franco
Artesanato vendido no Mercado Antônio Franco
Artesanato vendido no Mercado Antônio Franco
Artesanato vendido no Mercado Antônio Franco

O local ganha ainda mais encanto quando conhecemos um pouco da história das pessoas simples que lá encontramos, como o Seu Careca, que trabalha no local há 62 anos. A barraca dele vende artesanato e vale a pena conhecê-la.

Barraca do "Seu Careca', um dos personagens do mercado
Barraca do “Seu Careca’, um dos personagens do mercado

Outro grande personagem é o Seu Firmino, o maior cordelista do estado. Ele era um apaixonado pela literatura de cordel e por mais de 50 anos, produziu e vendeu cordéis por lá. Ele faleceu em 2013 mas a família dele continua por lá, mantendo a tradição.

Barraca do Seu Firmino, que infelizmente faleceu no ano de 2013
Barraca do Seu Firmino, que infelizmente faleceu no ano de 2013

Aproveite para almoçar no charmoso Restaurante Caçarola, que fica no terraço. Outro atrativo bem legal por lá é o bafômetro sergipano, facilmente encontrado nas barracas por lá. Faça o teste e conte pra gente.

Restaurante Caçarola
Restaurante Caçarola
Este é o famoso bafômetro sergipano
Este é o famoso bafômetro sergipano

Na parte externa do Antônio Franco, há um bar com várias mesas sobre o enorme calçadão, onde o forró dá vida ao lugar, bem animado, a cara do Nordeste!

Parte externa do Mercado Antônio Franco
Parte externa do Mercado Antônio Franco

O Mercado Antônio Franco é ligado ao Thales Ferraz pela Passarela das Flores.

Passarela das Flores
Passarela das Flores
Passarela das Flores
Passarela das Flores

Mercado Thales Ferraz

Este mercado também possui algumas barracas que vendem artesanato mas o grande destaque por lá são os produtos tipicamente nordestinos, como tapioca, queijos, doces e vários tipos de castanha de caju.

Artesanato vendido no Mercado Thales Ferraz
Artesanato vendido no Mercado Thales Ferraz
Artesanato vendido no Mercado Thales Ferraz
Artesanato vendido no Mercado Thales Ferraz
Mercado Thales Ferraz
Mercado Thales Ferraz

Neste mercado, conheci a barraca “Laticínios Irmãos Santos” que vende diversos produtos como queijos, cachaças, doces, manteiga nordestina e vários tipos de castanha de caju.

Laticínios Irmãos Santos, no Mercado Thales Ferraz
Laticínios Irmãos Santos, no Mercado Thales Ferraz
Laticínios Irmãos Santos
Laticínios Irmãos Santos
Laticínios Irmãos Santos
Laticínios Irmãos Santos
Vários tipo de castanha de caju
Vários tipo de castanha de caju

O Espaço do Beiju vende beiju molhado na folha de bananeira, pamonha, pé de moleque e outros doces e produtos típicos. Para quem não sabe, beiju é um bolo de goma de mandioca, basicamente uma tapioca.

Espaço do Beiju
Espaço do Beiju

Há também um centro de informações turísticas neste mercado.

Centro de Informações Turísticas
Centro de Informações Turísticas

Mercado Albano Franco

Este mercado foi o último a ser construído e não tem nada de turístico por lá. Porém vale a visita se você pretende comprar frutas regionais, verduras, pimentas tipicamente sergipanas, temperos, peixes e carnes. A oferta é grande e, “pechinchando”, é possível comprar com bons preços.

Parte externa do Mercado Albano Franco
Parte externa do Mercado Albano Franco
Pimentas tipicamente nordestinas do Mercado Albano Franco
Pimentas tipicamente nordestinas do Mercado Albano Franco
Mercado Albano Franco
Mercado Albano Franco
Mercado Albano Franco
Mercado Albano Franco
Grande variedade de frutas do Mercado Albano Franco
Grande variedade de frutas do Mercado Albano Franco

No segundo andar há uma espécie de “camelódromo”, uma feira do Paraguai.

Mercado Albano Franco
Mercado Albano Franco

Algumas barracas vendem cachaças com nomes bastante “curiosos” e divertidos.

Cachaças com nomes "curiosos" do Mercado Albano Franco
Cachaças com nomes “curiosos” do Mercado Albano Franco
Cachaças com nomes "curiosos" do Mercado Albano Franco
Cachaças com nomes “curiosos” do Mercado Albano Franco

“Passear pelos mercados é um passeio com grande riqueza cultural. atrás de cada balcão, um personagem, uma história de vida e muito amor por aracaju!”

Praça Hilton Lopes

A Praça Hilton Lopes está entre os mercados Thales Ferraz e Albano Franco, em um grande espaço aberto. É lá que acontece todos os anos o Forró Caju, festa tradicional no estado que recebe cerca de 100 mil pessoas em 2 semanas de evento, que geralmente ocorre no mês de junho.

Espaço onde está localizada a Praça Hilton Lopes, com o Thales Ferraz ao fundo
Espaço onde está localizada a Praça Hilton Lopes, com o Thales Ferraz ao fundo
Forró Caju em Aracaju-SE. Foto: Diário SE
Forró Caju em Aracaju-SE. Foto: Diário SE

Viagem realizada em abril de 2016

+  Aracaju no Blog Meu Destino:

Saiba tudo sobre Aracaju
Roteiro de 3, 5 e 8 dias em AracajuOrla de Atalaia: A mais bonita do Brasil
Oceanário e Projeto TAMAR
Marinete do Forró
Cariri
Centro Histórico de Aracaju
Mirante da 13 de Julho
Teleférico de Aracaju
Praia do Mosqueiro:
Pôr do Sol de Aracaju
Croa do Goré
SUP Amigos (stand up paddle)
Praia de Aruana
Onde se hospedar em Aracaju
Onde comer em Aracaju
Delícias da Culinária Sergipana
Passeios nos arredores:
Parque dos Falcões
Praia do Saco
Mangue Seco
Cânion do Xingó
São Cristóvão
Boa Luz Hotel Fazenda

1ª Presstrip “Blogueiros em Aracaju” – 14 a 18/04/2016
Realização:
Secretaria Municipal da Indústria, Comércio e Turismo.

Blogs participantes: Meu Destino (André Morato), Vagando Por Aí (Luis Felipe Magalhães), Vida de Turista (Thiago Busarello) e Mil e Uma Viagens (Dalila Barakat e Flávia Brunacci).

#BlogueirosEmAracaju #VemPraAracaju

André Morato
Nasci em Divinópolis, interior de Minas Gerais, onde moro atualmente. Sou solteiro, colunista, blogueiro, viajante, designer gráfico, agente de turismo... (Oferecimento: Bombril. 1001 utilidades!). Apaixonado por viagens e por fotografia. Viajei para vários lugares no Brasil e no mundo mas confesso, tem muita coisa que ainda quero conhecer. Criador e editor deste blog. Saiba mais...

Comente!