Roteiro de 1 dia pela linda cidade de Bruxelas, Bélgica

A Praça Grand Place enfeitada para o Natal é simplesmente maravilhosa e o Atomiun é cartão postal do país

Durante meu tour pela Europa em 2010 conheci Bruxelas, capital da Bélgica. Reservei apenas um dia para esta cidade, mas me arrependi, um dia é muito pouco para conhecer Bruxelas, uma cidade agradável, cheia de história, bonita e repleta de arte. Como fui em dezembro, peguei muita neve por lá, foi bem bacana pois esta foi a minha primeira experiência com neve.

Eu gostaria de ter ficado pelo menos dois dias por lá pois me encantei com a cidade, que tem muitos atrativos. Na época, eu ainda não era blogueiro, viajei em um fantour de uma operadora de viagens, então o roteiro era pré definido, ficando somente um dia na cidade.

Na Bélgica, além de Bruxelas eu conheci Gante e Bruges, duas cidades medievais que também são bem interessantes de se conhecer. Em Bruxelas, eu me encantei com um lugar em especial, ele será o primeiro da lista de coisas a se fazer em Bruxelas.

O que fazer em Bruxelas, Bélgica
À caminho de Bruxelas

O que fazer em Bruxelas, Bélgica

Hospedagem

Em Bruxelas, me hospedei no Bedford Hotel Bruxelas, um hotel muito bem localizado e quarto agradável com um bom espaço, café da manhã bem servido e modernas instalações internas. Por fora, parece um hotel bem mais simples, mas eu gostei da minha hospedagem por lá. Como eu não era blogueiro ainda, a única foto que tirei do quarto é essa abaixo, desculpem pela bagunça.  😕

Bedford Hotel - Bruxelas, Bélgica
Bedford Hotel Bruxelas

Roteiro de 1 dia em Bruxelas

Grand Place

O Grand Place é o lugar que eu disse (no início do post) que me encantei, uma das praças mais lindas que já visitei. Também conhecida como Praça do Mercado, é no Grand Place que acontecem os principais eventos da cidade. Considerada Patrimônio da Humanidade pela Unesco, esta praça abriga dois belos prédios, o imponente prédio da Prefeitura e a Casa do Rei.

Como eu visitei Bruxelas em dezembro, a Grand Place estava toda decorada de Natal e ficou simplesmente maravilhosa, com uma linda árvore de natal ao centro, diversas imagens “passando” sobre os prédios históricos em sua volta e uma música que parecia que eu estava em um filme, definitivamente um lugar mágico. Eu fiquei uns 20 minutos parado, só observando e admirando este lugar. Tente visitar o local durante à noite, quando estará todo iluminado.

Grand Place, Bruxelas, Bélgica
Grand Place

O que fazer em Bruxelas, Bélgica

Rue Nueve

A Rue Nueve tem diversas lojas e restaurantes e cruza com várias outras ruelas que também são repletas de lojas e shoppings. A Rue Nueve é popularmente conhecida como Rua do Comércio, por ser uma ótima opção para compras na cidade. Aproveite para saborear um delicioso chocolate quente,  provar os famosos chocolates belgas e degustar cervejas de vários tipos e sabores.

Rue Nueve, Bruxelas, Bélgica Rue Nueve, Bruxelas, Bélgica

Atomium

O Atomiun, um dos símbolos da cidade, é uma estrutura composta por 9 esferas (átomos) interligadas por tubos. Tem mais de 100 metros de altura e fica no Parc D´Ossegem. Todas as esferas são interligadas por esteiras e escadas rolantes e em cada uma delas há diferentes atrações. Vale ressaltar que, da esfera mais alta, têm-se uma vista maravilhosa de Bruxelas. A entrada custa cerca de 10 Euros. (Compre o ingresso para o Atomium aqui).

Atomium, Bruxelas, Bélgica
Atomium

Basílica do Sagrado Coração (Koekelberg)

A basílica foi construída em estilo Art Decó e possui 89 metros de altura e 167 metros de comprimento, sendo a quinta maior igreja do mundo. Erigida em comemoração aos 75 anos da independência da Bélgica, a basílica abriga, além das cerimônias religiosas, um teatro, dois museus e principalmente, uma das melhores vistas da cidade, a partir da plataforma existente em sua cúpula.

Infelizmente não pude visitar o interior da basílica mas passei por ela durante o City Tour e deu muita vontade de conhecê-la melhor. A localização é um pouco longe do centro, porém fica no caminho para o Atomium, caso esteja em seu roteiro. A entrada é gratuita, somente a subida até a cúpula é paga (4 Euros).

O que fazer em Bruxelas, Bélgica
Basílica do Sagrado Coração (Koekelberg)

Galeries Royales Saint-Hubert

É uma galeria, construída em 1847, onde há diversas lojas luxuosas com vitrines decoradas, lojas de chocolate, cafés e alguns restaurantes, todas elas podem ser acessadas através de um elegante corredor coberto de cerca de 200 metros. As Galeries Royales foram as primeiras galerias comerciais da Europa, é um lugar super elegante e que vale a pena visitar, localizada próxima ao Grand Place.

Galeries Royales, Bruxelas, Bélgica
Galeries Royales. Foto: Wikipedia

Manneken Pis

O Manneken Pis é o grande símbolo da cidade, grande como força de expressão mas pequeno no tamanho. É um monumento de bronze de um menino urinando na bacia da fonte, é esse bonequinho preto no fundo da foto. Pelas fotografias eu esperava que a estátua fosse bem maior. Há várias versões sobre a origem da imagem, mas a verdadeira ainda segue desconhecida. O Manneken Pis fica nos arredores do Grand Place.

Manneken Pis, Bruxelas, Bélgica

Bar Morte Súbita – A La Mort Subite

Eu curti a minha única noite em Bruxelas no Bar “A La Mort Subite”, em português “Morte Súbita”. O local é bastante agradável para aqueles que gostam de apreciar uma cerveja belga, com fermentação espontânea, além da oportunidade de conhecer um dos locais mais tradicionais de Bruxelas. O bar existe desde 1910 mas o nome Morte Súbita foi herdado em 1928.  Quantos aos choops, eu recomendo o Kriek, produzido por cervejarias de Bruxelas, o Westmalle e o Gueze.

La Mort Subit, Bruxelas, Bélgica Morte Súbita, Bruxelas, Bélgica

Se você for visitar Bruxelas, não cometa o mesmo erro que eu, ficando apenas um dia nela, tente pelo menos 2 dias, ao meu ver serão o suficiente para conhecer o que a cidade tem de melhor.

Dica: Contrate um seguro viagem

A contratação do seguro viagem é obrigatória para todas as pessoas que viajam para a Europa e vale muito a pena pois com o seguro você evita problemas com extravio de bagagens e fica mais tranquilo caso precise de atendimento médico.

Há muitas empresas que oferecem este tipo de serviço mais é necessário se atentar às cláusulas do contrato oferecido, principalmente para empresas que oferecem o seguro gratuitamente (lembre-se: nada cai do céu). Eu já utilizei e indico aqui a Real Seguro Viagem, que faz uma cotação e lhe mostra as opções com as melhores seguradoras do país.

Viagem realizada em dezembro de 2010

 ➡ AQUI COMEÇA A SUA VIAGEM:

 💡 Reservando através dos nossos links, nós ganhamos uma comissão, você não paga nada a mais por isso e ainda nos ajuda a continuar no ar, dando dicas de viagem.
➡ Reserve o seu hotel com o Booking
➡ Alugue um carro com a RentCars em qualquer lugar do mundo e pague em Reais, sem IOF
➡ Antes de embarcar, não esqueça de fazer o seu Seguro Viagem, ele é obrigatório em alguns países da Europa e altamente recomendo em qualquer viagem que você faça. Um pequeno problema de saúde pode se transformar em um grande problema.
➡ Precisa fazer câmbio para viajar? Consulte preços através da Melhor Câmbio
➡ Quer evitar filas para comprar ingressos? Compre online com a Get Your Guide e Tour On

Nos arredores de Bruxellas

Conheça a cidade de Bruges
A cidade medieval de Gante

André Morato
Nasci em Divinópolis, interior de Minas Gerais, onde moro atualmente. Sou solteiro, colunista, blogueiro, viajante, designer gráfico, agente de turismo... (Oferecimento: Bombril. 1001 utilidades!). Apaixonado por viagens e por fotografia. Viajei para vários lugares no Brasil e no mundo mas confesso, tem muita coisa que ainda quero conhecer. Criador e editor deste blog. Saiba mais...

2 COMENTÁRIOS

  1. Não conheço Bruxelas mas pelas fotos a cidade parece ser linda! Fiquei com vontade de conhecer a cidade principalmente o Grand Place. Na minha próxima viagem para a Europa com certeza irei incluir Bruxelas em meu roteiro.
    Bjos!

Comente!

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.