Passeio pelo Pelourinho e Centro Histórico de Salvador-BA

Com casarões coloniais e diversos atrativos, o Centro Histórico de Salvador é parada obrigatória para os turistas que visitam a cidade

O lugar mais importante, mais rico em cultura e mais visitado de Salvador é o Pelourinho (ou Pelô para os mais íntimos) e o Centro Histórico, locais históricos localizados na Cidade Alta e cartões postais da cidade que merecem ser visitados. Este blogueiro já esteve em Salvador por três vezes e “bateu perna” pelo centro histórico em todas elas.

Passeio pelo Centro Histórico

Eu estava hospedado em Itapuã e tive que percorrer um longo trajeto até chegar ao Centro Histórico de Salvador. Como as atrações ficam longe uma da outra na cidade, recomendo alugar um carro para conhecer mais atrações em menos tempo.

Recomendo ir até as proximidades do Mercado Modelo e estacionar por ali, para iniciar o passeio pelo centro histórico.

A primeira dificuldade é encontrar vaga para estacionar. Mesmo quando conseguir, certamente haverá um flanelinha para cobrar uns R$5,00, sob risco de ter o carro arranhado (melhor pagar os R$5,00).

Vá até o Elevador Lacerda para subir até a parte alta da cidade. A subida custa a bagatela de R$0,15, uma fortuna  😆 . O Elevador Lacerda é o maior elevador público do mundo e foi construído em 1873, um símbolo do empreendedorismo baiano no século 19.

Assim que desembarcar da estação, prepare-se, uma chuva de pedintes e vendedores ambulantes irão até você, tenha paciência para driblar a situação, sem “stress”.

Elevador Lacerda, ponto de partida para o passeio no Pelourinho e no Centro Histórico de Salvador
Elevador Lacerda, ponto de partida para o passeio no Pelourinho e no Centro Histórico de Salvador

Do lado direito da estação, pode-se contemplar uma bonita vista do Mercado Modelo e do Elevador Lacerda, com o “azulão” do mar ao fundo. Dá pra ver até o Forte São Marcelo, importante construção do século XVII que atualmente está fechado para visitação.

Elevador Lacerda (esq.) Mercado Modelo (dir.) e Forte São Marcelo ao fundo
Elevador Lacerda (esq.) Mercado Modelo (dir.) e Forte São Marcelo ao fundo
Forte São Marcelo
Forte São Marcelo

Depois basta caminhar pelas ladeiras do centro histórico para ir conhecendo melhor as atrações. A dica é você já criar um roteiro antes, para saber quais atrações irá visitar, assim você ganha tempo e aproveita melhor cada atração. Vá até um posto de informações turísticas e pegue um mapa.

Há policiais andando pelas ruas e sistema de vigilância pelo bairro, mas mesmo assim, a sensação de insegurança predomina. Não tive nenhum tipo de problema quanto a isso mas durante a programação do meu roteiro, vi vários relatos de pessoas que foram assaltadas por lá, principalmente os estrangeiros. Tenha cuidado.

Ladeiras do Centro Histórico
Ladeiras do Centro Histórico

Na primeira vez que fui em 2010, não tinha essas “maldades” e fui abordado por alguns capoeiristas que estavam na calçada. Como estava tirando foto de um amigo, eles se ofereceram para tirar uma foto bem legal com golpes de capoeira. A foto ficou legal demais, mas no fim me pediram uma ajudinha, tive que desembolsar R$5,00 pois não tinha mais trocado, mas até que valeu porque eu adorei a foto. Olhaí:

pelourinho-centro-historico-elevador-lacerda-salvador-bahia (1)

Pelourinho

Muita gente acha que o Pelourinho é o Centro Histórico de Salvador propriamente dito, mas não é. O Pelourinho tem esse nome pois havia ali uma coluna de pedra chamada “Pelourinho”, onde os escravos eram castigados em público na época do Brasil Colônia. O Pelourinho é esta área na foto abaixo.

Largo do Pelourinho. Foto: Bahia Experience
Largo do Pelourinho. Foto: Bahia Experience

pelourinho-centro-historico-elevador-lacerda-salvador-bahia (7)

O Pelourinho ficou mundialmente famoso quando Michael Jackson gravou o clipe da música They Don’t Care About Us por lá e o local ainda serve como palco de diversas manifestações culturais e apresentações.

O Largo do Pelourinho e suas redondezas abriga grande quantidade de casarões e igrejas dos séculos 17 e 18, que hoje funcionam como museus e lojas.

Chafariz da Deusa Ceres, uma dos mais belos do mundo, inaugurado em 1856
Chafariz da Deusa Ceres, uma dos mais belos do mundo, inaugurado em 1856

A Igreja da Terceira Ordem de São Domingos Gusmão teve sua construção iniciada no ano de 1731 e possui fachada em estilo rococó e interior em talha neoclássica. A igreja possui rico acervo histórico de artistas baianos e está localizada no Terreiro de Jesus.

O Terreiro de Jesus é uma das áreas mais antigas de Salvador e abriga grande número de prédios históricos, como a Catedral Basílica, a primeira Faculdade de Medicina do Brasil e as igrejas de São Domingos e São Pedro dos Clérigos.

Terreiro de Jesus com a Igreja da Ordem Terceira de São Domingos ao fundo
Terreiro de Jesus com a Igreja da Ordem Terceira de São Domingos ao fundo

A Igreja de São Francisco está localizada no Largo do Cruzeiro e possui fama internacional pela sua arquitetura e pela grande quantidade de ouro em seu interior, que ainda possui detalhes da decoração em estilo barroco. O convento de São Francisco foi fundado em 1587 e a atual igreja começou a ser construída em 1708, sendo tombada pelo IPHAN. Não deixe de conhecê-la por dentro.

Largo do Cruzeiro e Igreja de São Francisco
Largo do Cruzeiro e Igreja de São Francisco

O Palácio Rio Branco está na Praça Thomé de Sousa e possui suma importância para o país. O prédio foi construído junto com a fundação de Salvador, em 1549, quando o Brasil nasceu como unidade política. O palácio possui rica decoração e preciosas obras de arte.

Palácio Rio Branco
Palácio Rio Branco

O Centro Histórico ainda possui outros importantes locais que podem ser visitados. Depois de “bater muita perna” por lá, volte ao Elevador Lacerda e termine o passeio pelo Centro Histórico no Mercado Modelo.

Dica para seu roteiro

Dá pra conhecer o Farol da Barra, o Centro Histórico e a Igreja do Bonfim em um mesmo dia. Para este blogueiro, isso foi possível em uma tarde. Primeira dica: alugue um carro para ganhar tempo no deslocamento entre as atrações.

Comece pelo Farol da Barra, depois vá caminhar pelo Centro Histórico e o Mercado Modelo e finalize no Igreja do Bonfim, ou faça o inverso. Assim as atrações ficam mais “próximas” uma da outra e seu roteiro menos cansativo.

Sorria, você está na Bahia
Sorria, você está na Bahia

Viagem realizada em outubro de 2012


+ Salvador no Blog Meu Destino

O que fazer em Salvador
Igreja do Bonfim
– Pelourinho e Centro Histórico
Mercado Modelo
Hospedagem – Mar Brasil Hotel
Praias no arredores de Salvador


—————Curta nossas redes sociais—————
Facebook – Twitter – Instagram – Youtube – Flickr – Feed

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Comente!