Sul da Paraíba – A Arca de Bilú, Tambaba e Praia do Amor de Buggy

Neste segundo tópico sobre o passeio de buggy pelo litoral sul da Paraíba, iremos falar sobre um Restaurante muito bom para almoçar durante o passeio de buggy, além de falar sobre a Praia de Tambaba, uma praia naturista (todo mundo peladão) e pra finalizar a Praia do Amor.

Recomendamos que você leia o primeiro tópico sobre o passeio de buggy para saber todos os detalhes deste belo passeio.

Após o passeio de buggy passar pela Barra de Gramame, Tabatinga, Jacumã, Coqueirinhos e Canyon do Coqueirinho, resolvemos parar para almoçar pois a fome estava apertando. O bugueiro Sérgio nos levou a um restaurante chamado “A Arca de Bilú”. Um restaurante rústico e aconchegante que fica na estrada, um pouco à frente de Coquerinhos e próximo a Tambaba, muito limpo, bom atendimento e comida deliciosa, cercado por muito verde.

Restaurante "A Arca de Bilú"

Restaurante “A Arca de Bilú”

Restaurante "A Arca de Bilú"

Restaurante “A Arca de Bilú”

Restaurante "A Arca de Bilú"

Restaurante “A Arca de Bilú”

O restaurante tem o formato de uma arca e o dono se chama Bilú, daí surgiu o nome “A Arca de Bilú”. Um ponto positivo deste restaurante é que a comida é feita na hora. O ponto negativo é que, como a comida é feita na hora, é necessário aguardar uns 30 minutos para a refeição ficar pronta. Pra quem já conhece o restaurante (e consegue pedir sem o cardápio), pode fazer a reserva por telefone para não ter que esperar. Pena que eu não sabia deste detalhe mas, tirando o tempo de espera, a comida estava deliciosa. Pedi um peixe grelhado com alecrin, que veio acompanhado de arroz, pirão, batata frita e salada e estava uma delícia. Para quem quiser pedir antes para não ter que esperar, o telefone é (83) 3298-1124.

Restaurante "A Arca de Bilú"

Restaurante “A Arca de Bilú”

Restaurante "A Arca de Bilú"

Restaurante “A Arca de Bilú”

Restaurante "A Arca de Bilú"

Restaurante “A Arca de Bilú”

Após o delicioso almoço, seguimos rumo à Tambaba. Logo na chegada, na ladeira que dá acesso à praia, já tivemos uma bela visão das falésias da praia. Mais embaixo, onde há um local para estacionar os carros, há uma feirinha de artesanato, com lembranças da Praia. Assim que se pisa na areia, é possível avistar a famosa pedra com um coqueiro em cima, o cartão postal de Tambaba.

Vista para Tambaba

Vista para Tambaba

Cartão Postal de Tambaba

Cartão Postal de Tambaba

Praia de Tambaba

Praia de Tambaba

Esta primeira parte da praia pode ser aproveitada pelos que não são adeptos ao naturismo, pois nesta parte não é obrigatório ficar peladão. Porém nesta parte não há barracas de praia e o mar é cheio de pedras, o que o torna ruim para banho. Caminhando um pouco mais você chegará até uma “divisa” em que se torna obrigatória a prática de naturismo. Lá, há uma espécie de “recepção” onde uma equipe faz de tudo para deixar a pessoa bem à vontade na hora de tirar a roupa. À partir deste ponto, não é permitido tirar fotos.

Praia de Tambaba

Praia de Tambaba

Praia de Tambaba

Praia de Tambaba

Entrada para a área em que o naturismo é obrigatório

Entrada para a área em que o naturismo é obrigatório

Praia de Tambaba

Praia de Tambaba

Seguindo o passeio de buggy, saímos de Tambaba e pegamos o caminho de volta para João Pessoa, mas não pense que acabou por aí. No caminho de volta paramos em um local para tirar fotos em uma falésia chamada “Dedo de Deus”. Esta falésia tem um formato atípico de todas as outras que conheço. Tem um formato de um funil e as fotos ficam muito bonitas, dá até pra usar a criatividade e tirar algumas FOTOS JACÚ (Não sabe o que é #FotoJacú? Clique aqui). Mais uma vez o bugueiro Sérgio nos surpreendeu pois parou o buggy na estrada e disse que faríamos uma caminhada de 200 metros até a falésia, o que na verdade eram 20 passos no máximo.

Falésia "Dedo de Deus"

Falésia “Dedo de Deus”

Falésia "Dedo de Deus"

Falésia “Dedo de Deus”

Quando chegamos na Praia da Jacumã no caminho de volta, o buggy foi à beira mar, pois a maré estava mais baixa e o bugueiro Sérgio fez algumas manobras com o buggy em frente a Praia do Amor, para dar uma emoção a mais no passeio. Depois de quase ficar sem forças de tanto me segurar no “puta merda” para não cair do buggy com as manobras do bugueiro, paramos para conhecer a Praia do Amor.

Pra quem não sabe o que é “puta merda” é onde seguramos para não cair no buggy. Eu poderia também chamar de corrimão ou ferro de sustentação, mas puta merda é mais legal. rsrsrsrs

sul-paraiba-tambaba-amor-arca-de-bilu-buggy (16)

sul-paraiba-tambaba-amor-arca-de-bilu-buggy (17)

Praia de Jacumã

Falésias de Jacumã

Falésias de Jacumã

Falésias de Jacumã

Praia de Jacumã

A Praia do Amor possui várias pedras e uma delas é muita famosa, a Pedra Furada. O bugueiro Sérgio nos confidenciou que, os moradores locais dizem que o casal que passa dentro da pedra é feliz pelo resto da vida e que, os solteiros que passam dentro dela, encontram a sua alma gêmea. Eu passei nessa pedra sozinho e até hoje não encontrei a minha alma gêmea. Será que já funcionou com alguém?

Praia do Amor

Praia do Amor

Praia do Amor

Praia do Amor

Famosa "Pedra Furada" na Praia do Amor

Famosa “Pedra Furada” na Praia do Amor

Saímos da Praia do Amor e retornamos ao hotel após este excelente passeio. Se alguém quiser fazer este passeio com este mesmo bugueiro, o Sérgio, o contato dele está no primeiro tópico. Leia o primeiro tópico aqui.

O meu conselho é que você faça este passeio nos primeiros dias de sua viagem, pois é um passeio longo e um pouco cansativo. Claro que é um cansativo que vale muito a pena, pois você irá conhecer lugares maravilhosos como os mostrados nas fotos mas, irá exigir bastante energia e disposição.

Outros tópicos sobre João Pessoa e seus arredores:

Praia de Tambaú – Hospedagem, Receptivo e Atrações…
Tropical Hotel Tambaú – cartão postal da Paraíba
Um passeio pela parte histórica de João Pessoa
Sul da Paraíba – Barra do Gramame, Tabatinga e Coqueirinhos de Buggy
A tranquila e agradável Praia de Camboinha, PB
Pôr do Sol na Praia do Jacaré ao som do Bolero de Ravel
Passeio à belíssima Ilha de Areia Vermelha

Viagem realizada em março de 2013.

Curta nossa FanPage no Facebook www.facebook.com/meudestino
Siga-nos no Twitter: www.twitter.com/blogmeudestino
Siga-nos no Instagram: www.instagram.com/blogmeudestino

The following two tabs change content below.
André Morato

André Morato

Nasci em Divinópolis, interior de Minas Gerais, onde moro atualmente. Sou solteiro, colunista, blogueiro, viajante, designer gráfico, agente de turismo... (Oferecimento: Bombril. 1001 utilidades!). Apaixonado por viagens e por fotografia. Viajei para vários lugares no Brasil e no mundo mas confesso, tem muita coisa que ainda quero conhecer. Criador e editor deste blog.
André Morato

Latest posts by André Morato (see all)

6 Comentários até agora.

  1. [...] postal da Paraíba Sul da Paraíba – Barra do Gramame, Tabatinga e Coqueirinhos de Buggy Sul da Paraíba – A Arca de Bilú, Tambaba e Praia do Amor de Buggy A tranquila e agradável Praia de Camboinha, PB Pôr do Sol na Praia do Jacaré ao som do Bolero de [...]

  2. Paulo Fernandes Alves disse:

    Olá André, também gosto de viajar e o faço em todo o verão, no último passado estive em vários lugares no Nordeste e estive em Tambaba e praias nos arredores, sou campista, viaja acampando.

  3. […] de João Pessoa Sul da Paraíba – Barra do Gramame, Tabatinga e Coqueirinhos de Buggy Sul da Paraíba – A Arca de Bilú, Tambaba e Praia do Amor de Buggy A tranquila e agradável Praia de Camboinha, PB Pôr do Sol na Praia do Jacaré ao som do Bolero de […]

  4. Joviniano Martins disse:

    Muita coisa, então, deve ter mudado neste restaurante desde a postagem inicial. Péssimo serviço, 35 minutos para servir uma jarra de sulco de polpa de tangerina, preço alto pela má qualidade ofertada dos pratos. Ambiente bucólico, mas gastronomia de terceira, com preços equivalentes aos dos verdadeiros restaurantes. Não recomendo.

    • André Morato André Morato disse:

      Olá Joviniano.
      Respeito a sua opinião porém tive uma visão totalmente diferente da sua quando estive lá. Eu já sabia que a comida iria demorar, então fiz o pedido e segui para Tambaba enquanto a comida era preparada.
      Voltei após 40 minutos e a comida estava pronta, e o prato que almocei (peixe grelhado) estava delicioso. O atendimento não demorou e o preço estava dentro do que estou acostumado a pagar na beira de estrada.